<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
9.3.09
 
Não conheço melhor prova da adequação da tese de Huntington - e do medo que causou, razão escondida dos seus detractores, quanto a mim - do que esta designação pacóvia, a que o doutor Sampaio empresta o nome.

Etiquetas: , ,


Comments:
O quê das quê?...
 
não ligue muito caro Jrd :)
este blog está cada vez mais uma ciaxa de ressonancia das minhas lamurias e incongruencias.

Refiro-me aqui à coisa estranha que é ver todos criticarem a tese de Huntington do choque de civilizações e depois institui-se uma coisa chamada Aliança das civilizações. Na prática acaba-se por reconhecer o que se negava; que os conflitos são hoje mais de culturas do que entre estados

Tirando agora quando da sua morte, em que o encómio foi geral, o prof. Samuel era depreciado por esse livro (originado de um artigo na Foreign Affairs que linko); em 3 anos de curso, nem um dos meus profs aceitou nunca que aquilo retratava razoavelmente a situação pós guerra fria - até porque não é uma apologia da guerra, mas uma analise preventiva dos conflitos;
No entanto, muitos acharam graça à outra tese, a do Fukuyama e do fim da História - que sempre me pareceu, essa sim, precipitada e ingénua.

Aliança das civilizações... com o Sampaio a presidir... bah! A verdaeira aliança deveria ser a ONU; não é, porque, na própria assembleia geral se geram grupos de interesses que aliam não ideologias mas sim, grupos culturais como os arabes, ou grupos geograficos como os africanos.
 
Mas a ONU é pouco mais do que uma "Sociedade das Nações" e vai ter, como esta, o seu "Fukuyama" se não se reconverter.
 
talvez. mas o pouco mais, já é algo. não esqueçamos o tempo em que o ideal kantiano - base da SDN e da constelação de organismos ligados à ONU, da UNESCO ao TPI - era considerado impossivel.

mas concordo, se não se reformar torna-se irrelevante. - os G8 e G20 são substitutos pragmaticos - e a reforma consiste essencialmente em aceitá-la e dar-lhe poder, o que é muito complicado. mas é a unica hipotese decente para o mundo, penso eu de que :\
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger