<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
13.2.10
 
Corridas de automóveis em Portugal
O primeiro automóvel apareceu em Portugal no dia 14 de Outubro de 1895, pelas mãos de conde de Avilez. Na alfândega nem sabiam com que designação o registar. Ficou como máquina agrícola.
Em 1900 foram importados 13 automóveis, em 1901 foram 20 e em 1902 mais que duplicou o numero; importaram-se 51 automóveis! É desse ano, em pleno reinado do rei Carlos que temos notícia das primeiras corridas de automóveis portuguesas.
No dia 17 de Agosto foi organizada a primeira, uma prova de velocidade em circuito, com 10 voltas (12 km) ao hipódromo de Belém. Apenas concorreram 3 carros e o que venceu era a vapor, com a sugestiva marca de Locomobile, guiado pelo americano H. S. Abott.
No dia 27 de Outubro ocorreu a primeira Grand Épreuve, inspiração da original Paris/Bordéus/Paris corrida em 1895. Tratou-se de um trajecto – imaginam-se as “estradas” – entre a Figueira da Foz e Lisboa, a que concorreram 14 automóveis, dos quais apenas 3 conseguiram classificar-se dentro das 10 horas regulamentares. Contudo, o primeiro a chegar – o francês Edmond num Darracq, em 6 horas e 27 minutos – foi desclassificado, por ter mudado de condutor durante a prova. A vitória foi atribuída ao segundo, o italiano Giuseppe Bordino condutor do Fiat do Infante Afonso, irmão do rei e entusiasta destas máquinas. Máquinas com potências na ordem da dezena de cavalos.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger