<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
10.3.08
 
Semper feminis
“A discriminação generalizada contra as mulheres persiste na lei e na prática, directa ou indirectamente, em todo o mundo”, diz hoje no Público a Alta-comissária para os Direitos Humanos das Nações Unidas.

“A Comissão para a Igualdade de Oportunidades do reino Unido referiu que se o ritmo dos avanços se mantiver, serão precisos duzentos anos para que haja paridade de representação no Parlamento entre os homens e as mulheres.”

Pois… proponho, com toda a lealdade de género que me resta, que se retire de vez, um dia do calendário internacional para a condição masculina, e que todos os outros dias do ano sejam oficialmente designados por Dia Universal da Mulher - que esta coisa de internacional, apouca.

O princípio feminino - princípio criador por excelência, como todos sabemos - há-de reinar para sempre!…

Etiquetas: ,


Comments:
Boa questão, interessante... eu de facto gostava que me explicassem o que raio então se entende por "paridade" ou "não discriminação"... parece-me é que são um bocado conceitos indeterminados que não têm sequer a vantagem de muitos outros conceitos indeterminados... são completamente ocos. dias-festa como o dia da mulher, o dia da mãe e o dia do pai são aberrações e até o natal, cuja aberração não se nota mais por ter o fundamento cristão que tem, não existem, são irreais... o que é o feminismo? se o feminismo é o "machismo" ao contrário, vou ali e já venho. isto é algo que me comove. não sou capaz de perceber o que é isso de "paridade". é necessário pôr mesmo as coisas nestes termos?
 
Caro Nuno
brinquei com a coisa, porque de facto, acho que parte da coisa é treta. Não acredito em quotas, nem vejo forma de obrigar pessoas livres e adultas a preencherem lugares para compor numeros que nada valem; O poder não se confunde com estatísticas.

Mas noutra parte, acho que a coisa é séria, não na composição dos parlamentos em países onde as mulheres já dão cartas, mas na vida real das outras mulheres em países, onde muitos dos grandes defensores dos direitos, assobiam para o lado - vide o Irão e aquele filminho que apareceu agora, Persepolis

Não é com "dias da mulher" que mudam, é com coragem e vontade... das próprias interessadas. Parece-me que é aí que se deve colocar o nosso esforço.
 
mas oh cbs tu puseste a coisa nos termos correctos; quando eu perguntei se era preciso por as cosias nestes termos estava a dirigir-me ao feminismo barato da sic mulher, por exemplo lol :D eu concordo inteiramente contigo. acho que tens toda a razão quando dizes que é com vontade e coragem das próprias mulheres. acho é que mais uma vez a minha comoção impediu-me de dizer bem aquilo que queria. não te queria "visar". um abraço
 
Nuno
isto da net é lixado, lol
a minha resposta foi só para esclarecer o post, porque eu exagero um bocado nas ironias... também não me senti visado

um abraço de volta
 
ehehe podes crer, isto da net é lixado. enfim, somos todos amigos. temos de combinar uma tertúlia um dia destes para chalacearmos à vontade...
 
embora Nuno
quando quiseres podes sempre encontrar-me no jardim ;)
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger