<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
2.6.05
 
Poesia Visível

Le Faux Mirroir, René Magritte né en Belgique 1898

Outrora não havia problemas: um quadro representava algo de real.
Hoje, mais prevenidos, mas mais desamparados, aprendemos apartir dos Impressionistas, que podemos e até devemos exigir mais de um quadro.

Na Arte estão sempre em jogo três elementos:
- A Natureza (hoje talvez o mais desprezado)
- Os Meios de expressão (activos ou passivos)
- O Artista ( o mais importante)

As Artes Plásticas são verdadeiramente uma Poesia Visível.

Etiquetas:


Comments:
é isso mesmo oh Poeta das visões iluminadas. boa tarde com muito sol e muito calor. bom para imaginar?bjo.
 
«Nos olhos mais sombrios encerram-se os mais límpidos. Paul Elouard»

O "olho" de Magritte não nos olha, apenas reflecte o céu e as nuvens. A reflexão no espelho é passiva, mas nos olhos, a reflexão penetra no interior e é de lá que nasce a imagem.( La Pipe 18/12/04)
 
Jrd
Interessante essa análise do Faux Mirroir.
Penso que ilustra o que eu pretendia com haver mais na pintura do que a cópia do real;
Devemos pedir-lhe o surreal...

Por coincidencia hoje no Público aparece o Paul Éluard.
É poeta de eleição do Urbano Rodrigues, de quem ele cita "Liberdade" e escolhe o "Beijo".
Confesso o meu conhecimento muito breve deste poeta, mas hei-de mudar isso.

Um abraço
 
'As Artes Plásticas são verdadeiramente uma Poesia Visível' - Bravo!! e obrigada por tanto 'post' bonito! E pelo poema de Eluard, também! Um beijo, IO.
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger