<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
21.6.05
 
Chippewa best dancer

Pat Jackson, California 1975

"Tout est bien sortant des mains de l'Auteur des choses"

Jean Jacques Rousseau

Etiquetas: , ,


Comments:
Gostava de acreditar nisso, sinceramente. Mas acabei de ler o seu post no Quid Iuris e admiro o seu modo de discutir com delicadeza e sinceridade.
Peço-lhe por isso perdão pela brincadeira de me fazer passar por um dos seus amigos de esquerda.
abraço
 
Caro Cm

Desculpas aceites e reciprocamente pedidas pela a minha falta de resposta.
Não foi intencional, mas falta de tempo como terás lido no Quid.
E para dificultar o meu amigo fez uma espécie de testamento político que requer leitura atenta, capacidade que me vai esmorecendo com a idade.

Por agora respondo-te só isto:

Quanto aos ideais dos outros, respeito-os desde que não me passem por cima.
Por de trás dos ideais estão éticas e há sempre duas, a que se impõe (fanatismo) outra que se expõe (tolerância).
E há sempre também a ambivalente tentação da força (com os estados como com as pessoas).
Se queres saber, em certo sentido lamento o desaparecimento do império soviético; enquanto existe opositor o Homem esforça-se honestamente, quando desaparece a oposição sobrevém logo o egoísmo e a displicência.
Vou mais por Hobbes que por Rousseau, como vês, mas não me julgues linearmente, por favor.

Quanto à postura política prezo muito as palavras de Kennedy em 1961:
“Ask not what your country can do for you; ask what you can do for your country”
E prezo também e muito a liberdade individual, não coloco o social sobre o indivíduo como os comunistas pretendem.

Quanto ao camarada Álvaro.
Não o julguei, quem sou eu para o fazer?
Só não me reconheço na sua proposta política e entendo que não lhe devo nada.
Muito menos a Democracia como a entendo (que é a que temos, com os defeitos e tudo).

Um abraço sincero
 
Linda!
 
Deixei-lhe mais abaixo, no:
Round 9/19 - GP USA F1: Schumacher 1

um recadito. Que é como quem diz.
 
enorme cbs.....
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Obrigado I.
sempre com uma gentileza que não mereço, mas que me entra inteirinha pró goto do ego.

e j'agora, sou baixinho e em curva acentuada a favor da grande Deusa Terra-mãe.
:)
 
e eu venero a Terra, úbere, macia, fresca, mãe!boa noite sabedoria!
 
Eu?
sabedoria?
:)
que dizer então dos mestres?
 
Isto é bem verdade... Fóto magnífica.
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger