<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
6.5.10
 
Ao Professor Bragança Gil (1927-2009)
Escolhi para a minha modesta contribuição nesta justa homenagem ao professor Bragança Gil o testemunho da minha enorme admiração pela forma como abraçou as causas a que se dedicou e como transmitiu aos outros o seu entusiasmo e saber.

Foi há 44 anos que conheci o Professor Bragança Gil na viagem de finalistas das primeiras licenciaturas de Física e Química a vários países da Europa. Eu era uma recém assistente do Departamento de Química e foram os alunos e colegas de viagem pertencentes ao curso de Física que mo apresentaram como um óptimo professor e físico nuclear. Porém a recordação que me ficou dessa viagem e que me marcou fortemente no primeiro contacto pessoal com o Professor foi a de uma visita ao “Science Museum” em Munique, por ele proposta quando estivemos nessa cidade. A sua extraordinária capacidade de comunicação, entusiasmo e paixão ao percorrer a área expositiva nomeadamente a da Física foram inesquecíveis. A discussão inteligente e a visão crítica de cada módulo expositivo foram uma lição do Professor que nunca mais esqueci pela forte emoção que me provocaram. Sem duvida que no final da visita eu estava apaixonada pelos Museus de Ciência e pela divulgação científica.

Bem merece o nosso elogio e agradecimento, pela capacidade de nos contagiar com o seu entusiasmo especialmente na consciencialização de que a Ciência é Cultura.
Fernanda Madalena Abreu Costa, professora catedrática de Química, ex-directora do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa

O Museu de Ciência, ao comemorar hoje os 25 anos, convida-vos a visitarem-no, como a melhor homenagem que se pode prestar ao seu criador.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger