<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
17.4.10
 
Michael Schumacher
Creio que Schumacher é mal amado pelo público da fórmula um. O seu palmarés pulveriza qualquer outro. Em termos absolutos, foi sete vezes campeão do mundo e quem vem de seguida, o velho Fangio, não passou dos cinco. Ponto final.
Mas não… pouca gente o mitifica, como fazem a Senna, como fizeram a Stewart, a Rindt, a Clark, ou ao velho argentino durante toda a sua vida. Schumi não goza da simpatia universal, é mesmo visto como alguém sem escrúpulos para ganhar (visão injusta, na competição ninguém é anjinho).
O regresso do melhor piloto de todos tempos, para além de um golpe publicitário – a formula um, cheia de casos de secretaria, andava mesmo a precisar – foi um risco para a sua imagem, bem pago certamente, mas grande. Dito isto, acho que não poderia estar a correr melhor. Ao fim de uns anos, os carros estão bastante diferentes. Ross Brawn e os recursos e tecnologia da Mercedes, não suprimem a falta de experiencia como equipa, e o carro não é de primeira linha. O heptacampeão, mais velho, dificilmente seria mais rápido. Melhor era impossível… contudo, as expectativas estavam altas. Ilógicamente altas.

Ora, até posso aceitar que Michael Schumacher (aliás, como a Mercedes) precisa de tempo. Mas já não se aceita que venha dizer, como já disse, que se sente muito bom, e é o carro o problema. Porque basta comparar com o termo em anexo: o filho de outro campeão, o jovem Nico Rosberg. Veja-se:

Treinos
Bahrain – Rosberg 5º – Schumi 7º
Austrália – Rosberg 6º – Schumi 7º
Malásia – Rosberg 2º – Schumi 8º
China – Rosberg 4º – Schumi 9º

Provas
Bahrain – Rosberg 5º - Schumi 6º
Australia – Rosberg 5º – Schumi 10º
Malásia – Rosberg 3º – Schumi desistência (roda mal apertada nas boxes)

Resultados
Nico Rosberg (Wiesbaden 27/06/85) no campeonato com 35 pts
Michael Schumacher (Hurth-Hermulheim 03/01/69) 10º no campeonato com 9 pts

Vamos lá a ver se amanhã, o veterano campeão me faz engulir as comparações. Duvido...

Etiquetas:


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger