<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
9.2.09
 
Os Allosaurus da Politécnica


Tudo começou em 1988 quando José Amorim, de Andrés (Pombal) decidiu iniciar as escavações para a construção de um armazém agrícola. Para sua surpresa a retroescavadora desenterrou diversos ossos fossilizados de grandes dimensões.
Convicto de estar perante restos de dinossáurios, procurou encaminhar a informação para uma entidade que pudesse proceder ao estudo dos fósseis descobertos. Foi assim que, no Museu Nacional de História Natural, tomámos conhecimento do achado.
Realizou-se uma escavação de emergência em 1988 e mais em 2005.
O estudo de numerosos restos de terápode de grandes dimensões encontrados na jazida de Andrés revelou a presença de pelo menos dois indivíduos da espécie Allosaurus fragilis.
A descoberta em Portugal foi surpreendente. Até então este género apenas era conhecido no sub-continente norte-americano.
Mas o achado não é inexplicável. Na altura em que os Allosaurus viveram, no final do Jurássico, as terras do norte da América e da península Ibérica estavam muito próximas: a abertura do sector norte do oceano Atlântico apenas se tinha iniciado.
A descoberta de Andrés veio contribuir para a verificação da hipótese de que, há cerca de 150 milhões de anos, houve transferência de faunas continentais entre os territórios americano e europeu.
Este fim-de-semana, iniciou-se nos Museus da Politécnica, a exposição de toda esta história. Estará patente durante o resto do ano de 2009. Deu um trabalhão e é com orgulho que recomendamos a visita.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger