<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
7.5.07
 
Democracia

Um dos móbeis dos detratores totalitários da Democracia, justificando a sua falência, é a visão desta fragmentação: vejam como o país ficou dividido, ninguém se entende... não tem remédio.

Há um século ou dois atrás, este partir ao meio, poderia levar a uma guerra civil.

Hoje não há risco, é coisa normal… e a aparente fragilidade destas cisões eleitorais, tantas vezes histéricamente exploradas pela imprensa, é mais a força do que a fraqueza das sociedades democráticas.
É esta instabilidade relativa que permite gerir conflitos sem guerra; são os edifícios com estruturas flexíveis, que aguentam a vibração dos fortes sismos.

Não são os pesados monólitos de alvenaria… esses rompem.

Nota que faltava: a taxa de abstenção situou-se abaixo dos 15%, uma das mais baixas na história da V república.

CourrierInternational


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger