<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
14.1.07
 
The Best? Lol
A votação da moda (e duma "parvoíce" destes tempos, que nem me passava pela cabeça) feita pelo Diário de Noticias com 29 dos seus colunistas (a original da RTP e é uma especie de sondagem pública) sobre o português "mais importante", deu no entanto, imagens interessantes, mas sobre os votantes em função das personagens escolhidas.
Dela se deduzem diferentes critérios, visões históricas, culturais e politicas que resultam em valorações diversas. Não há um critério único.

Assim, o vencedor foi o Luís Vaz poeta com 180 votos.
Colocado (em primeiro) por:

António Vitorino
António Costa Pinto
José Medeiros Ferreira
Marina Costa Lobo
Mário Bettencourt Resendes
Nuno Brederode Santos
Nuno Valério
De resto só não o votaram, Álvaro Santos Pereira, César das Neves, Miguel Cunha, Miguel Quadrio, e Rolo Duarte

Em segundo ficou o Afonsinho do condado, guerreiro ambicioso que lixou a Galiza, vendendo-se ao primo "imperator" de Leão, com 150 votos.
Colocado em primeiro por:
Adriano Moreira
Alvaro Santos Pereira
Diogo Lacerda Machado
Helena Sacadura Cabral
José Manuel Barroso
Luciano Amaral
Maria José Nogueira Pinto
Miguel Cunha
Miguel Pedro Quadrio
Pedro Rolo Duarte
Rui Machete
Vasco Graça Moura

Não foi votado por Alfredo Barroso, António Vitorino, Anselmo Borges, Pires Aurélio, Sarsfield Cabral, Joana Amaral Dias, João Caraça, César das Neves, Medeiros Ferreira, Marina Costa Lobo, e Sandro Mendonça.

E no ultimo lugar do podium, temos João, o Perfeito Príncipe renascentista (El Hombre, segundo Isabel a Católica) com 124 votos (eu talvez elegesse este como o maior vulto da História política portuguesa)
Só votado em primeiro pelo:

Alfredo Barroso
Não votado por Alvaro Santos Pereira, António Vitorino, Joana Amaral Dias, César das Neves, Medeiros Ferreira, Luciano Amaral,Marina Costa Lobo, Miguel Cunha, Miguel Quadrio, Nuno Valério, e Rolo Duarte (mas devem saber História...)
Depois é curioso verificar quem vota no Salazar e no Soares (talvez os dois políticos mais importantes do séc. XX Português); quem elege as poucas mulheres, Filipa de Lencastre, D.Leonor, Amália, Vieira da Silva, Pintassilgo e Sophia Mello Breyner; e também singularidades como os votos no Sertório, Carlos Paredes, Luis Miguel Cintra, Salgueiro Maia (nele votava), Alfredo da Silva, Pedro Ayres Magalhães, e last but not least, Eusébio (e Amália, lol) :
Adriano Moreira (Pombal e Salazar)
Alfredo Barroso (Afonso Costa e Soares)
Alvaro Santos Pereira (Infante, Pombal, Pessoa, Salazar e Soares)
António Costa Pinto (Pessoa, Pombal, Soares e Salazar)
Anselmo Borges (Pessoa em 1º, Pombal e Soares)
Diogo Lacerda Machado (Infante, Pessoa e Soares)
Diogo Pires Aurélio (Dinis em 1º, Pessoa e Soares)
Sarsfield Cabral (Infante em 1º, Pombal, Soares e Salazar)
Helena Sacadura Cabral (Filipa de Lencastre, Rainha Leonor, Amália)
Joana Amaral Dias (Pessoa,V. da Silva, Paredes, Sertório e Pintassilgo)
João Caraça (Duarte Pacheco Pereira, Soares e Cunhal)
João César das Neves (Santo António, Infante)
José Manuel Barroso (Pessoa, Pombal, Capitães de Abril)
Medeiros Ferreira (João das Regras, Pombal, Afonso Costa)
Luciano Amaral (Infante, Pessoa, Salazar e Soares)
Maria José Nogueira Pinto (Infante, Pessoa e Salazar)
Marina Costa Lobo (Pessoa, Pombal, Soares e Sá Carneiro)
Bettencourt Resendes (Infante, Soares e Saramago)
Miguel P. Cunha (Pessoa, Infante)
Miguel Pedro Quadrio (2º Soares, Garret, Sophia, Miguel Cintra e Al Berto)
Nuno Brederode Santos (Pessoa e Salgueiro Maia)
Nuno Valério (Infante, S. António, Fontes Pereira de Mello)
Pedro Rolo Duarte (Pessoa, Pedro Ayres Magalhães, Eusébio)
Rui Machete (Infante, Pombal e Salazar)
Sandro Mendonça (Pessoa, Pombal, Soares e Cunhal)
Vasco Graça Moura (Pombal)
Nota: estas especulações, como as dos sábios acima, também são muito pessoais e reflectem uma visão cultural (pobre) e política :)

Comments:
:)
eu que sou dada a grandes escrevinhações, "neste particular" (oh que expressão lindaaaa!) nem me atrevo!


[que paciência, cbs, andar ali a lê-los todos atentamente!!]
 
é verdade Maria :)
por vezes tenho paciencias que me surpreendem até a mim...
mas moveu-me a curiosidade de ver como pensa cada um deles, e é isso que a votação traduz.
 
:)
Pois! Compreendo e "invejo"! Também acredito que sim. Nada mais espelho de quem se é que as convicções que nos movem.

(nunca tinha pensado a fundo naquilo que ali escrevi, isto das convicções e delas serem espelho de quem somos... mas acho que é mesmo isso... vou pensar!)
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger