<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
5.10.06
 
Do Cosmopolitismo

BratsaBonifacho

Como indicam os étimos gregos, "cosmos" e "polis", Cosmopolitismo é a doutrina que nega as divisões territoriais e políticas (pátria, nação, estado), afirmando o direito do Homem, a definir-se como Cidadão do Mundo.
Devemos distinguir Cosmopolitismo de dois termos que lhe são próximos: Universalismo e Internacionalismo.

O Universalismo compreende qualquer doutrina contra o particularismo, anti-individualista, acentuando os elementos morais e espirituais que os homens possuem em comum; não se contrapõe claramente às realidades politicas da pátria, nação, e estado.

O Internacionalismo, significa sobretudo a necessidade de unidade jurídica supranacional, apesar de numa das suas acepções históricas particulares, mas que é das mais significativas (o internacionalismo socialista) questionar claramente as organizações políticas nacionais, como na clássica afirmação do Manifesto Comunista: o proletariado não tem pátria.


Giuseppe Ricuperati in Dicionário de Política/NorbertoBobbio,N.Matteucci e G.Pasquino, Univ.deBrasília, 12ªed.2004
Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger