<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
18.8.06
 
A Fonte do Poder Estratégico
K7 KamilKeister

As pessoas preocupadas com o terrorismo votaram em Bush .Ele vai protegê-las disso? Não.
Ele aumenta a ameaça do terrorismo.
Bush e os seus conselheiros sabiam perfeitamente que era provável que a invasão do Iraque fizesse crescer o terrorismo.
Mas eles tinham outras prioridades
.

Se todos os iraquianos sabem isso, não há razão para que nós ignoremos tal facto.
O Iraque fica exactamente no coração dos recursos energéticos mundiais.
Tem imensa energia intocada e barata.
Quem controlar o Iraque terá uma alavanca poderosa para controlar o mundo.
Além de todos os lucros que isso representa para as corporações americanas, quem controlar a energia fica com uma influência enorme sobre os principais rivais dos EUA, isto é, as economias da Ásia e da Europa.
Logo a seguir à II Guerra Mundial se percebeu isso.
Quem controlasse o petróleo ficaria com o que o Departamento de Estado chama «uma enorme fonte de poder estratégico».
Não se importam se aumenta o terrorismo.

As pessoas que escolheram Bush a pensar que se defendiam do terrorismo, estavam completamente erradas. Votaram no aumento do terrorismo sem saber.

Noam Chomsky in VISÃO 11 Nov 2004


Comments:
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Nem mais!

Mas o terrorismo nao deixa de ser um problema serio. O ponto e' que nao passa apenas pelos lunaticos do outro lado, existem tambem lunaticos deste lado. E, como diria o Chomsky, isso nao e' de estranhar ja' que quanto maior for a concentracao de poder, maiores sao os 'incentivos' para a pratica do terrorismo. O previlegio prefere muitas vezes arriscar a auto-destruicao a por em risco as suas vantagens.

E' curioso que no 11/9, para la' do horror e do choque de ver aquela barbaridade, fiquei com medo da resposta do nosso lado (a curto e a longo prazo). Nunca fiquei cheio de medo dos ataques terroristas - talvez porque estes sao episodicos enquanto a 'nossa' resposta e' permanente e tem efeitos mais duradouros. E, na altura, eu vivia a menos de 100 Kms. do WTC e conseguia ver distintamente o fumo do WTC ao longe. Na verdade, pensei logo que iamos viver um periodo em que a democracia e as nossas liberdades iam ser atacadas por pessoas do nosso lado.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Ando a aprender com o Chomsky e coma Zaz...
tá tudo muito confuso ;)
 
Chomsky e Zazie formam, realmente, um par curioso!!... :O)))
 
ahahahahaha


olha que eu acho que era par que não durava 5 minutos junto

":O)))))

mas essa de aprender política comigo até me dá vontade de rir.
Eu não sei nada e na maior parte dos casos invento.

No outro dia até fui ao Misantropo com uma teoria em que explicava o problema do défice de espionagem no Médio Oriente:

Israel tinha défice de espionagem, assim como os tipos do islão por causa dos rituais religiosos.

Era impossível que não topassem logo quando um se deita de rabo para o ar e o outro faz aqueles movimentos esquisitos com o pescoço e se enrola em filactérias

":O)))))
 
AHAHAHAHA

até tenho ataques de riso só de pensar nisto.

É que eu pensei mesmo que havia défice de espionagem e aí, se calhar nem errei. Mas depois, como não percebo nada de política inventei esta hipóptese.

Mas não disse isto assim por esta linguagem tão simples e ainda me iam levando a sério

":O))))

O Paulo foi muito querido, estava só um tanto apreensivo por não perceber onde eu queria chegar

ahahahahhahaha
 
:)
lê o Chomsky, vais ver que gostas
 
Mais leitura recomendada para o nosso curso de politica internacional:

http://klepsydra.blogspot.com/2006_08_01_klepsydra_archive.html#115585328688726996
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger