<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
23.4.06
 
Tiago

TudosobreRodas

A vida está a correr mal ao Tiago.
A melhoria de meios, do Jordan EJ15 para o Midland M16, e o aumento orçamental para o dobro (a Jordan andava abaixo da linha de água, claro), colocou a espectativa dele (e nossa) mais alta.

Mas comparando resultados, que é o que conta, temos até agora (2005 entre parentesis):
1. Bahrain treinos (17º) 19º - corrida (10º) 17º
2. Sepang treinos (18º) 17º - corrida (12º) 13º
3. Melbourne treinos (14º) 20º - corrida (16º) Abandono
4. Imola (18º) 19º - corrida (13º) 16º

E se compararmos as melhores volta de corrida com as do Tiago (a distancia real para a concorrencia), temos:

1. Bahrain
(1.32.408 Rosberg) Monteiro + 3.532
2. Sepang (1.34.803 Alonso) Monteiro + 4.707

3. Melbourne
(1.26.045 Raikonnen) Monteiro + 3.642
4.Imola (1.24.569 Alonso) Monteiro + 2.591

Esta diferença para o mais rápido andava em média em 2005 nos 3.8 segundos; agora passou para 3.6 segundos; duas décimas a menos é mesmo muito pouco.

A impressão que se tem é que, enquanto o Midland sobe um degrau, a concorrencia sobe as escadas a dois e dois.
E ou as coisas melhoram, ou uma época medíocre poderá revelar-se mortal para as aspirações do português.
O mundo da fórmula um é uma selva que funciona segundo a lei do mais forte, e depois não há fundo de desemprego.


Comments:
Nunca desistir é o lema!
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger