<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
13.4.06
 
Pânicos uterinos

Edita Marelic The Frightened Stations Gathering

Feelings of fear have got in to my brain, am I dying or am I insane?

Ando pouco dado a cadeias blogistas, mas sendo um pedido da Cris...

Para já, pânicos "uterinos", não são lá muito fáceis, não tenho :)
Sou um valente medroso (ou vice versa); medos, tenho sempre, no entanto, por vezes a minha coragem ultrapassa-me, e ri-se da cobardia.
Tão inseguro eu era, que acabei por me estar nas tintas, perdi medos plo caminho... "que se lixe" e "logo se vê" são meus lemas.

Mas procurando nos reconditos baús de mim mesmo, encontrei estas fobias:

1. Tenho muito medo do Lado Negro: as paixões do macaco nú, os coletes de forças das intolerancias que nos apertam e apertam no espaço-tempo, prendendo-nos a grilhetas de morte.

2. Tenho medo da Dor Lenta; que me seca os olhos, me fura os tímpanos, me estrangula a voz e no fim me invadirá os neurónios... para sempre.

3. Peixe! odeio...não gosto do sabor, não gosto do cheiro... e isso inclui todos os tipos de lesmas, moluscos, batráquios, mariscos, etc.... tudo se situa, pra mim na categoria do peixe (gosto é de cheirar os ventos do mar)

4. Ataques... os ataques do Futebol Clube do Porto (até tremo); e já agora, também gemo de raiva quando, depois de marcarem, começam a atirar bolas pra fora...

5. Finalmente, tenho medo (parafraseando o celta) que um céu escuro me caia na a cabeça e uma nuvem triste me consuma.

E agora, lamento muito mas não passo, as cadeias morrem aqui como as batidas das ondas se esvaiem na praia.


Comments:
E eis como se pode desenvencelhar de uma corrente em grande estilo. Belas respostas, cbs, obrigada!
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger