<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
22.4.06
 
A minha velhinha preferida


Elizabeth II fez ontem 80 anos e 53 de reinado (lembro-me mal da coroação em Westminster).
Ao contrário das parvoíces da moda, em voga quando da morte de Diana, vejo nesta mulher conservadora, uma conhecedora da História, com um agudo sentido de estado, daí as acusações de impiedade,
Churchill também se impressionava com a personalidade da jovem Elizabeth: "I shall certainly advise my successor to do his homework before his audience."

Lembro em especial a protecção que deu a Portugal em 1961, na invasão de Goa, demonstrando ser uma amiga de Portugal (terá mesmo pedido a Neru para não humilhar os prisioneiros portugueses).

Quem pensa que abdicará no primogénito, não conhece a lógica da monarquia;
Um rei não abdica, ele próprio é um símbolo permanente do Estado, nem morre, porque a Coroa tem sempre a um sucessor;
E os ingleses gozam mais ou menos discretamente, mas não passam sem os rituais da Coroa.
So God save the Queen

Comments:
Em 61, quem se estava nas tintas para os portugueses de Goa era o ditador de Sta. Comba... - até ao último (morto), lembras-te? Foi isso mesmo que Salgueiro Maia disse ao Marcelo, no Carmo, 'Não queremos outras goas'.
Viva o 25 de Abril!!
Abraço, gosto da tua verticalidade, cbs!, IO.
 
secalhar, nem tu sabes até onde foram as coisas;
chegaram a pedir ajuda à Inglaterra para enviar tropas de avião, apartir de Moçambique, o que foi recusado.
Ficavam lá todos.

abraço IO
 
Mas também é bom dizer que a invasão foi uma quebra inaceitável do direito internacional.
Já que se fala tanto agora, mas só quando convém...
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger