<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
4.1.06
 
Laróyè

Não sou preto, branco ou vermelho,
Tenho as cores e formas que quiser.
Não sou diabo nem santo,
Sou Exu!

Mando e desmando,
Traço e risco,
Faço e desfaço.
Estou e não vou,
Tiro e não dou.
Sou Exu.

Passo e cruzo,
Traço, misturo e arrasto o pé,
Sou reboliço e alegria,
Rodo, tiro e boto,
Jogo e faço fé.
Sou nuvem, vento e poeira,
Quando quero, homem e mulher,
Sou das praias, e da maré.
Ocupo todos os cantos.
Sou menino, avô, maluco até,
Posso ser João, Maria ou José,
Sou o ponto do cruzamento.

Durmo acordado e ronco falando,
Corro, grito e pulo,
Faço filho assobiando,
Sou argamassade sonho, carne e areia.
Sou a gente sem bandeira,
O espeto meu bastão.
O assento?
O vento! . . .

Sou do mundo,
Nem do campo
Nem da cidade,
Não tenho idade.
Recebo e respondo pelas pontas,
pelos chifres da nação.
Sou Exu.

Sou agito, vida, acção,
Sou os cornos da lua nova a barriga da rua cheia! . . .

Quer mais?
Não dou,
Não tou mais aqui.

Salvador, 17 de Maio de 1993
Mario Cravo

(foi este o pecado que o Csa me delivrou :)

Comments:
:)
A propósito de idades, aqueles 103 já devem ter rolado mais um pouco, não?
 
Mas já rolaram, sim, em Outubro.
aquilo muda em automático, no meu aniversário
:)
 
parabéns.
 
EXU é somente a unidade em toda a sua maravilhosa multiplicidade.Ele és tu, sou eu, aquele, este, o outro e mais outro e mais alguém e todos nós...
 
brigado, ya puse su link feliz año =)
 
:)
Exu, o segundo filho de Yemanjá, a Deusa do Mar.

A mitologia afro-americana é linda, e não deve nada à greco-latina.
 
não generalizes, que é perigoso... esse é um erro no qual eu posso incorrer (sou jovem e inconsequente), mas tu já tens idade para escrever com mais cautela.


:-)
 
:)
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger