<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
25.11.05
 
A Visibilidade

Sou, vivo e movo-me no Absoluto.
Quanto mais desço em mim.
Mais subo.
Mais subo em Deus.

Podemos distinguir dois tipos de processos imaginativos:
- o que parte da palavra e chega à imagem visual.

- e o que parte da imagem visual e chega à expressão verbal.

O primeiro processo é o que se verifica normalmente na leitura: lemos por exemplo uma cena de um romance ou a reportagem de um acontecimento no jornal, e conforme a maior ou menor eficácia do texto somos levados a ver a cena como se se desenrolasse diante dos nossos olhos, ou pelo menos fragmentos e pormenores da cena que emergem do indistinto.

Italo Calvino, Lezioni Americane – Sei proposte per il prossimo milennio

Comments:
E ainda há aquele processo "muito" imaginativo, que é o do passar da imagem visual à expressão corporal... ehe,ehe,ehe... Ah! 103 é um bonito número, sim senhor... Pediu, levou!... Abraço.
 
Ops... assim fico desta maneira: http://castor.home.sapo.pt/chame.gif ... ehe,ehe,ehe... obrigadão... deu cá uma "trabalhêra" fazer um "Nátáu Trôpicáu"...
 
:)
és fresco, és...
 
Pronto! Sendo assim, um dia destes peço-te uma prenda...
Ouve, no outro dia vi um gajo igualzinho a ti, no Metro (a ti, que é como quem diz, a ti quando tinhas outra foto no perfil). Mesmo igualzinho!

Bom fds
 
:)))
viste o Painatal no metro?
 
já lá tens resposta, miúdo
 
mais respostas...

peço desculpa por te obrigar a falar...



Abraço
 
Ernst
tou só cansado, o meu dia foi demsiado discursivo discutivo.
Fico sem vontade de argumentar, muito menos sobre política.

Mas não é por mainada, lol
abraço
 
Para além das Artes Conceptual e Urbana, estas P.P.Milénio são uma óptima divulgação que venho acompanhando, CBS.
E as coisas da Tilia? Às vezes, tinha achados interessantes.
Abraço
 
este blogue está muito interessante. Gosto imenso destas questões. Gosto de pensar e repensar nas questões que se levantam no ar com estes curtos textos. Muito bom!!
 
Abraço Csa e Tr
a tilia deve tar nas neves ;)
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger