<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
21.9.05
 
Não vos esqueci

Simon Wiesenthal Center

No intimo do coração Humano mora um Ódio antigo; inteligente; sádico; feroz.
Hitler e Stalin não morreram.
Vivem conosco, e aguardam;
aguardam apenas uma oportunidade para emergir.

Qualquer ideologia, qualquer religião,
pode ser manipulada, seduzida, transformada,
para que surja de novo o Inferno,
em qualquer lugar, a qualquer momento.
Comments:
É ! "um lado escuro" como dizía Jung, uma "sombra"...mas "luz e sombra" convivem, afinal.
 
O homem está cada vez mais informado (e näo porque a informaçäo seja "má", mas depende do uso), com mais tecnología complexa a seu alcance. Há um perigo no ar, há sempre qualquer coisa que nos faz temer. O homem pode-se, eventualmente, fazer deus e manipular qualquer coisa aos seus interesses, como, aliaje, já está acontecendo. Mas acredito que nada é fortuito, toca, quem nada é, e de quem nada depende, esperar e ficar em silencio a espera de uma nova "luz". Em outras palavras, nos toca "rezar" pela Paz e a justiça.

Excelente post.
 
Pois é, e muitas vezes tem a Pátria sido usada como justificação para o Horror...
 
Sim e-clair.
É uma "palavra-silencio" porque foi usurpada, usada para matar.
Mal amada.

Mas outras vezes, foi (é) o Princípio da Resistencia, ao Horror.
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger