<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
18.8.05
 
Não há donos da República


Qualquer coisa está podre no Reino da Dinamarca.
Se os novos partem e ficam só os velhos
Se do sangue as mãos trazem a marca
Se os fantasmas regressam e há homens de joelhos
Qualquer coisa está podre no Reino da Dinamarca.

Manuel Alegre

Comments:
CBS, um abraço do fundo do mar.
É onde me encontro. Apetece-me, porque está calor, primeiro, porque acho que, apesar da poluição, é dos poucos lugares onde ainda este Reino não apodreceu completamente.
 
you have just been linked
 
Na politica económica, estou longe dele, mas reconheço-lhe integridade, coragem e amor à Liberdade.
Vale mais politicamente do que a maior parte dos que, à esquerda, se utilizaram dele como bandeira.

Soares e Cavaco foram o que foram, não lhes nego mérito.
Cada um à sua maneira, são grandes sedutores.
Alegre, não terá a mesma estatura política, mas a sua dimensão humana vale muito mais.

Como Sampaio, já agora, que apesar dos equívocos, foi o melhor presidente desde Abril.
Na minha modesta opinião, que também só vale o que vale :)
 
As nossas opiniões, como os nossos votos, só valem o que valem...
Importa fazer valer muito, parece-me!
Nunca antes presenciámos tanto descontentamento lúcido em torno das presidenciais, ou é só impressão minha?
Será possível que tudo esteja irremediavelmente perdido? entregue a "pseudo-heróis-salvadores-da-pátria"?
ai...
que anda a doer-me ser Portuguesa...
é urgente fazer alguma coisa!
e,
ainda que as nossas opiniões valham - tão só - o que valem,
e,
os nossos votos, o quase nada que parecem...
alguma coisa tem de ser feita!
e Já!

(que melhor não seja, pelo menos isto, mostrar indignação e apresentar, adentro do possível, a alternativa pela qual ainda pudéssemos ir... talvez esta forma de ainda ser Alegre, apesar de tanto pesar.)
 
Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger