<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
23.3.11
 
Querem um Plano de estabilidade e crescimento?

OK, digo-vos um. Então, é assim:
- Onde encontrarem facilitismo ponham exigência
- Onde encontrarem vulgaridade ponham excelência
- Onde encontrarem moleza ponham dureza
- Onde encontrarem golpada ponham seriedade
- Onde encontrarem videirismo ponham honra
- Onde encontrarem ignorância ponham conhecimento
- Onde encontrarem aldrabice ponham honestidade
- Onde encontrarem mandriice ponham trabalho

Para a construção do futuro, tudo se joga nos valores, nas atitudes, nos padrões de comportamento, cujos efeitos moldam depois toda a realidade económica.

Etiquetas: ,


 
Esta peça de teatro acaba aqui
Lendo alguns socialistas que prezo (e não falo do surrealismo político com que nos brindou o Pedro Silva Pereira do fim) sente-se, num ressentimento ofendido, o anúncio do caos pós-socrático. Peço-lhes um pouco menos de despeito, e um pouco... mais de justiça. Todos sabemos que a situação portuguesa não melhora com isto. Ninguém acredita nisso. O empobrecimento, o desemprego, a falta de dinheiro, só vão ampliar-se a curto e médio prazo. Mas o que eu espero realmente, é o fim do embuste permanente, da mentira como sistema político. Só isso... que não é pouco. Se Sócrates tivesse um pingo de vergonha, já teria pedido desculpa a Manuela Ferreira Leite, por a ter acusado de pessimismo em 2009. E se alguma vez quisermos sair desta pobreza, aí sim, acredito que só há um caminho: verdade e trabalho. É nesse referencial duro, mas decente, que radica a verdadeira estabilidade e o verdadeiro crescimento.

Etiquetas: ,



Powered by Blogger