<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d11538882\x26blogName\x3dLa+force+des+choses\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://scriptoriumciberico.blogspot.com/\x26vt\x3d-290933400104219020', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
La force des choses
2.5.06
 
1.Foral

IsabelleLousberg

Embora a tarefa principal tenha sido a de empurrar o mouro para o Sul, com as fronteiras provisórias, sempre avançadas, do Douro, do Mondego, do Tejo e do mar do Algarve, não se deixou de pensar na raia de Leste;

E durante séculos, foi uma das determinações da vida a oposição, com fortunas várias a Leão e Castela, quase sempre confundidas com a totalidade da Espanha.

Internamente se estabelece Portugal como uma rede de municípios republicanos e democráticos, cada um com a sua constituição (Foral) adequada às características locais, confiando-se a representação ou convivência de todos eles a delegados que se reuniam em Cortes, sem prazo fixo, e aí discutiam dos problemas particulares ou comuns do Reino;

A tudo coordenando, havia o Rei, simultaneamente hereditário e electivo, ainda que por sanção, Rei sem capital fixa, mais fiando do seu passo que de um Paço;

O económico se firmava no comunitarismo agrário e pastoril, mais tarde alargado ao mar; com as aldeias na posse colectiva das suas terras e de seus instrumentos de trabalho e de vida; mas com economia de mercado no que tangia ao produto de seus sorteados lotes.

O que não era do Povo era do Rei, dos nobres ou do clero: de alguma forma, daqueles a que o geral se confiava para o governo ou a defesa ou o transcendente, no qual ultimo, ainda que diluída, se guardava a lembrança anti-romana do priscilianismo e se havia de mostrar o joaquinismo como forte muro nacional: Deus e Papa se distinguiam claro.

Fora uma ou outra escola, se educava a gente menos em escrituras do que no que se via nítido e no que se via profundo.

Agostinho da Silva - Portugal ou as cinco idades

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

<< Home

Powered by Blogger